quinta-feira, 15 de março de 2012

TIPOS DE DEFICIÊNCIAS

TIPOS DE DEFICIÊNCIAS
Cegueira: É uma categoria que inclui pessoas cegas e pessoas com visão reduzida. Na definição pedagógica, a pessoa é cega, mesmo possuindo visão subnormal, quando necessita da instrução em braile; a pessoa com visão subnormal pode ler tipos impressos ampliados ou com auxílio de potentes recursos ópticos (Instituto Benjamin Constant, 2002)
Deficiência Auditiva: É o nome usado para indicar perda de audição ou diminuição na capacidade de escutar os sons. Qualquer problema que ocorra em alguma das partes do ouvido pode levar a uma deficiência na audição.
Deficiência intelectual:Deficiência intelectual ou atraso mental é um termo que se usa quando uma pessoa apresenta certas limitações no seu funcionamento mental e no desempenho de tarefas como as de comunicação, cuidado pessoal e de relacionamento social. Estas limitações provocam uma maior lentidão na aprendizagem e no desenvolvimento dessas pessoas.
Baixa visão : Baixa visão (ou visão subnormal) é o comprometimento do funcionamento visual em ambos os olhos, mesmo após correção de erros de refração comuns com uso de óculos ou lentes de contato, mas que utiliza ou é potencialmente capaz de utilizar a visão para planejamento e execução de uma tarefa.
Surdo cegueira: É uma deficiência única que apresenta a perda da audição e visão de tal forma que a combinação das duas deficiências impossibilita o uso dos sentidos, cria necessidades especiais de comunicação, causa extrema dificuldade na conquista de metas educacionais, vocacionais, recreativas, sociais e na obtenção de informações e compreensão do mundo.
Deficiência Múltipla: As pessoas portadoras de deficiência múltipla são aquelas afetadas em duas ou mais áreas, caracterizando uma associação entre diferentes deficiências, com possibilidades bastante amplas de combinações. Um exemplo seriam as pessoas que têm deficiência mental e física.
Surdez:Um indivíduo é classificado como surdo quando tem uma perda auditiva superior a 90 decibéis (dB), é portador de uma surdez profunda do tipo neuro-sensorial que o impede de ter acesso à zona conversacional da fala, ou seja, de aceder à linguagem oral, pela audição.
Deficiência Física: Tipos e definições de deficiência física referem se a alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física.
Transtorno Global do Desenvolvimento
Autismo infantil: É um transtorno do desenvolvimento que manifesta-se antes dos 3 anos de idade, e é mais comum em meninos que em meninas e não necessariamente é acompanhado de retardo mental pois existem casos de crianças que apresentam inteligência e fala intactas.
Síndrome de Rett: Anomalia genética que causa desordens de ordem neurológica, acometendo somente em crianças do sexo feminino. Compromete progressivamente as funções motoras, intelectual assim como os distúrbios de comportamento e dependência.
Síndrome de Asperger: Síndrome de Asperger ou o transtorno de Asperger ou ainda Desordem de Asperger é uma síndrome que está relacionada com o autismo, diferenciando-se deste por não comportar nenhum “atraso ou retardo global no desenvolvimento cognitivo ou de linguagem”.
Características de Síndrome de Asperger
• Interesses específicos ou preocupações com um tema em detrimento de outras atividades;
• Rituais ou comportamentos repetitivos;
• Peculiaridades na fala e na linguagem;
• Padrões de pensamento lógico/técnico extensivo (às vezes comparado com os traços de personalidade do personagem Spock de Jornada nas Estrelas);
• Comportamento socialmente e emocionalmente impróprio e problemas de interação interpessoal;
• Problemas com comunicação não-verbal;
• Transtornos motores, movimentos desajeitados e descoordenados.



Suspeita-se que Albert Einstein, o físico Isaac Newton, o compositor Mozart e o pintor renascentista Miguel Ângelo também fossem portadores da síndrome.
Transtorno Desintegrativo da Infância: Transtorno global do desenvolvimento caracterizado pela presença de um período de desenvolvimento completamente normal antes da ocorrência do transtorno, sendo que este período é seguido de uma perda manifesta das habilidades anteriormente adquiridas em vários domínios do desenvolvimento no período de alguns meses.
Estas manifestações se acompanham tipicamente de uma perda global do interesse com relação ao ambiente, condutas motoras estereotipadas, repetitivas e maneirismos e de uma alteração do tipo autístico da interação social e da comunicação. Em alguns casos, a ocorrência do transtorno pode ser relacionada com uma encefalopatia.
Altas Habilidades Superdotação: Pessoas superdotadas são consideradas portadoras de habilidades que se destacam em relação ao rendimento apresentado, podem ser em capacidades intelectuais, talentos em artes, capacidade psicomotora, criatividade, produtividade, aptidões e outros.
Dentre algumas características que especificam os superdotados destaca-se:
- Curiosidade aguçada,
- Persistência,
- Crítica,
- Alto senso de humor,
- Não aceitação de informações superficiais,
- Fácil compreensão de princípios gerais,
- Apresentação de muitas idéias,
- Não admissão de injustiças,
- Espírito de liderança.

TEXTO ADAPTADO POR ELIETE RIBEIRO DOS SANTOS FORMADORA DO ENSINO ESPECIAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário