quinta-feira, 29 de março de 2012

TRAVALÍNGUAS



TRAVALÍNGUAS
"Casa suja, chão sujo"
"Três pratos de trigo para três tigres pretos"

"Três tigres tristes para três pratos de trigo. Três pratos de trigo para três tigres pretos, tristes."
"Toco preto, porco crespo. Corpo preto, crespo turco"
"O peito do pé de Pedro é preto. Quem disser que o peito do pé de Pedro é preto tem o peito do pé mais preto do que o peito do pé de Pedro."
 "O sabiá não sabia que o sábio sabia que o sabiá não sabia assobiar."
"O tempo perguntou pro tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu pro tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem."
"Cinco bicas, cinco pipas, cinco bombas. Tira da boca da bica, bota na boca da bomba."
"A aranha arranha a rã. A rã arranha a aranha. Nem a aranha arranha a rã, nem a rã arranha a aranha."
"A vaca malhada foi molhada por outra vaca molhada e malhada."
"A aranha arranha a jarra rara!"
"Debaixo da cama tem uma jarra, dentro da jarra tem uma aranha. Tanto a aranha, arranha a jarra, como a jarra arranha a aranha."
"O doce perguntou pro doce qual é o doce mais doce que o doce de batata-doce. O doce respondeu pro doce que o doce mais doce que o doce de batata-doce é o doce de doce de batata-doce
"Um tigre, dois tigres, três tigres."

Nenhum comentário:

Postar um comentário