segunda-feira, 18 de março de 2013

TEMAS TRANSVERSAIS


                                                 TEMAS TRANSVERSAIS
                                                 ORIENTAÇÃO SEXUAL
INTRODUÇÃO

A sexualidade apresenta grande importância no desenvolvimento e na vida psíquica dos indivíduos, pois independentemente da potencialidade reprodutiva, está relacionada ao prazer, necessidade fundamental dos seres humanos. Está presente desde o momento do nascimento, manifestando-se de formas diferentes segundo as fases da vida. Seu desenvolvimento é fortemente marcado pela cultura e pela história, sendo que cada sociedade cria regras que constituem parâmetros fundamentais para o comportamento sexual das pessoas.
JUSTIFICATIVA

A temática da sexualidade tão discutida é considerada importante na formação da totalidade do indivíduo. Há necessidade de se discutir esse tema na família, na escola, para que a criança e o jovem possam receber as orientações sexuais adequadas, conhecendo melhor sobre as transformações que ocorrem no seu corpo, se protegendo de gravidez indesejada e das doenças sexualmente transmissíveis.
OBJETIVO GERAL
Orientar os educandos sobre a sexualidade, considerada importante na formação global do indivíduo e promoção da saúde das crianças e adolescentes.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
ü  Conhecer sobre as transformações do corpo.
ü  Explicar a ocorrência de mudanças complicadas na vida do adolescente
ü  Prevenir de doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejada
ü  Reconhecer o consentimento mútuo, como necessário para usufruir do prazer na relação a dois.
ü  Respeitar a diversidade de valores, crenças e comportamentos na sexualidade, garantida a dignidade humana.
ü  Desenvolver consciência crítica e tomar decisões responsáveis a respeito de sua sexualidade.

SAÚDE
INTRODUÇÃO
 A legislação brasileira declara que saúde é um direito de todos e um dever do estado garantido mediante políticas sociais e econômicas. Tais medidas visam à redução do risco de doenças e de outros agravos e o acesso universal e igualitário às ações e serviços, para sua promoção, proteção e recuperação da saúde. (BRASIL, 1988)  A mais clássica definição de saúde é a adotada pela Organização Mundial de Saúde em 1948 que declara saúde como "estado de completo bem estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças", (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO, 1987).



A educação para a saúde tem grandes possibilidades de ser introduzida no currículo de todos os graus, através do ensino incidental, quando surgem situações com implicações de saúde durante a rotina e rituais de vida diária da criança.

JUSTIFICATIVA
 A alimentação saudável é uma das grandes preocupações atuais. Médicos e nutricionistas têm destacado a importância de se construir hábitos alimentares adequados desde a infância e também na adolescência.Um passo importante foi dado ao se promulgar a Constituição de 1988, que prevê a implantação do Sistema Único de Saúde — SUS. Conforme definido em lei, o SUS tem caráter público, é formado por uma rede de serviços regionalizada, hierarquizada e descentralizada, com direção única em cada esfera de governo e sob controle dos usuários por meio da participação popular nas Conferências e Conselhos de Saúde.
OBJETIVO GERAL
 Conscientizar os alunos sobre a importância de uma alimentação saudável e os ganhos que ela ocasiona no presente e no futuro.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
ü  Incentivar aos bons hábitos alimentares.
ü  Reconhecer os alimentos que faz bem à nossa saúde.
ü  Demonstrar a importância da higiene pessoal.
ü  Possibilitar conhecimentos de alimentação alternativa para os alunos e suas famílias.

CONCLUSÃO
É interessante que o professor organize trabalhos de diferentes áreas em função de problemáticas de saúde para que ao tratar esses temas, os alunos aprendam a lançar mão de conhecimentos de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Naturais, História, Geografia, entre outras disciplinas, na busca de compreensão e de soluções para questões reais, assim como na aprendizagem de procedimentos efetivos que os capacitem a agir nessas situações.
PLURALIDADE CULTURAL
INTRODUÇÃO
Ao aplicarmos o projeto, titulado Educação e Cidadania, procuramos realizar sua integração com os temas transversais, e chegamos à conclusão que cada item desses temas propõe um forte elo, capaz de integrar o indivíduo a vida social. Segundo Dallari (1998) a cidadania pode ser entendida como um conjunto de direitos que dá à pessoa a possibilidade de participar ativamente da vida e do governo de seu povo. Quem não tem cidadania está marginalizado ou excluído da vida social e da tomada de decisões, ficando numa posição de inferioridade dentro do grupo social.
Na abordagem da temática Pluralidade Cultural, o PCN reforça que a educação tem papel importante quanto “ao conhecimento e à valorização de características étnicas e culturais dos diferentes grupos sociais que convivem no território nacional, às desigualdades socioeconômicas e à crítica às relações sociais discriminatórias e excludentes que permeiam a sociedade brasileira, oferecendo ao aluno a possibilidade de conhecer o Brasil como um país complexo, multifacetado e algumas vezes paradoxal”, e que todos têm o dever de exercer a cidadania.
JUSTIFICATIVA
A exclusão social que permeia a sociedade brasileira promove muitas vezes a impossibilidade de acesso aos bens materiais e culturais produzidos pela sociedade a participação na gestão coletiva do espaço público. Cabe a escola, detentora do papel mediador da aprendizagem, expor a importância da cidadania e sua função integradora.
OBJETIVO GERAL

Refletir sobre a importância da educação como mediadora no processo de integração dos diferentes grupos sociais, levando-os a exercer a cidadania.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
ü  Levar os alunos ao conhecimento de suas origens como brasileiros e como participantes de grupos culturais específicos.
ü  Valorizar as diversas culturas presentes no Brasil, propiciando ao aluno a compreensão de seu próprio valor, promovendo sua auto-estima como ser humano pleno de dignidade.
ü  Possibilitar conhecimentos e vivências que cooperam para que se apure sua percepção de injustiças e manifestações de preconceito e discriminação que recaiam sobre si mesmo, ou que venha a testemunhar - e para que desenvolva atitudes de repúdio a essas práticas.

CONCLUSÃO

Conclui-se que a discussão proposta no projeto venha conscientizar não apenas os alunos participantes, mas, toda a comunidade sobre a diversidade cultural e seu impacto às vezes discriminante na sociedade. A utilização de documentos e leis propostas pelo PCN de Pluralidade Cultural visa apresentar que todo cidadão tem direitos e deveres que devem ser respeitados. A utilização da tecnologia visa abranger um numero maior de pessoas conscientizadas e que estas também possam agregar ao projeto. Afinal a educação e para todos.

                                                  MEIO AMBIENTE
INTRODUÇÃO
O projeto proposto baseia-se na importância de se preservar o meio ambiente, proteger os animais e promover uma reflexão em relação a diversos assuntos ligados ao nosso planeta. O ser humano é um dos elementos principais do ecossistema, portanto, está diretamente relacionado aos outros seres. Devido a fatores praticados pelo próprio homem o meio ambiente vem sofrendo e mostrando os resultados de toda essa devastação (desmatamentos, urbanização e poluição).
Nesse sentido propõem-se um projeto para mostrar aos alunos à importância da preservação da floresta amazônica, considerada em sua diversidade natural, um bem muito precioso, não só para nós, mas para o mundo inteiro.
Considerada a maior floresta tropical do mundo a Amazônia, é um dos mais preciosos patrimônios ecológicos do planeta. Atualmente, a floresta Amazônica vem sofrendo diversos impactos ambientais devido à ambição e o descaso dos homens.A destruição do bem natural ocorre com a contaminação da água, a poluição atmosférica, a devastação das florestas, com queimadas e desmatamento ilegal, a caça indiscriminada e a redução ou mesmo a destruição dos habitats dos animais, deixando assim alguns animais em extinção.Sugerimos então, com esse projeto buscar, no caminho da conscientização do homem perante sua devastação na natureza, formas de tornar essa ferida aberta no coração no mundo menos dolorosa para ela e conseqüentemente para nós.

JUSTIFICATIVA
Esse projeto propõe discussões que envolvem uma formação de cidadania a partir das discussões ambientais propostas inicialmente. Para se trabalhar essa temática é necessário muito mais do que apenas informações e conceitos, é importante trabalhar com atitudes e valores, visto que, a escola possui um papel fundamental no processo de formação de seus alunos.
A questão ambiental é vista como um conjunto de problemas relativos não só a proteção da vida no planeta, mas também a melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida das comunidades, passando a ser prioridade estratégica para o planejamento político e econômico de todos os países.
Por tudo isso, é importante a conscientização das pessoas acerca dos impactos que o próprio homem vem provocando a natureza. O homem precisa dar valor para o ecossistema do qual faz parte e valorizar a sua própria qualidade de vida e de suas futuras gerações.

OBJETIVO GERAL
Promover a reflexão e a conscientização sobre a diversidade de recursos naturais existentes na Amazônia e os impactos ambientais provocados pelo homem, extinção dos animais, desmatamento e as queimadas, demonstrando a responsabilidade humana educacional quanto às atitudes de cuidado, respeito e preocupação com a preservação desse patrimônio ambiental.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
·         Conhecer e entender a formação do espaço amazônico e a importância da preservação e conservação deste meio.
·         Reconhecer a necessidade de realização de um projeto para desenvolvimento da região, respeitando as suas características e sua rica biodiversidade.
·         Compreender a importância da exploração autorizada dos recursos da floresta Amazônica.
·         Identificar as características naturais da região e sua estreita interdependência, que intensifica os efeitos da ação humana sobre o ambiente.

CONCLUSÃO

Conclui-se que um projeto sobre o Meio Ambiente bem estruturado e desenvolvido na escola é de fundamental importância para os alunos possibilitando-os a oportunidade de desenvolver o senso crítico na reflexão acerca das contribuições que os recursos naturais existentes na Amazônia podem trazer para o ser humano. Esse projeto busca fazer com que os adolescentes adquiriram conhecimentos sobre os temas desenvolvidos, referentes a questões ambientais relacionadas à diversidade de recursos encontrados na Amazônia. Beneficiando muitos jovens através do projeto.
  fonte:PCNS

Nenhum comentário:

Postar um comentário