sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Roteiro de Outubro

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
PRAÇA 29 DE DEZEMBRO Nº 57
DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO

                                    DATAS COMEMORATIVAS PARA OUTUBRO
                               DIAS LETIVOS DO MÊS DE OUTUBRO : 20 DIAS
DATAS
                                           ATIVIDADES
  04/10
DIA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS: Padroeiro da nossa cidade
DIA MUNDIAL DOS ANIMAIS: Essa data foi escolhida para homenagear São Francisco de Assis, por ser ele protetor dos animais. Devemos estar atentos não apenas nesse dia, mas todos, sobre a preservação das espécies da nossa fauna brasileira
08/10
DIA DO NORDESTINO: Destacar a importância do nordestino na história e cultura brasileira.
11/10
DIA DO DEFICIENTE FÍSICO: É preciso trabalharmos essa questão,levando em consideração a inclusão social dos portadores de deficiência física,através de debates,textos informativos e reflexivos.
12/10
1.      DIA DA CRIANÇA: No Brasil foi "inventado" por um político. O deputado federal Galdino do Valle Filho teve a ideia de criar um dia em homenagem às crianças. Neste dia podemos elaborar lindas mensagens para homenagear as crianças e o universo infantil. Poesias e textos sobre a infância.
2.      DIA DE NOSSA SENHORA APARECIDA: Padroeira do Brasil.

15/10
1.      DIA DO PROFESSOR: Enfocar a origem da data e a importância desse profissional para a formação da população do país. Ser professor é muito mais do que transmitir o conhecimento. É aquele que ensina com dedicação e paciência.
18/10
2.      DIA DO MÉDICO : Falar sobre  a função e importância dos médicos para a sociedade .Identificar as várias profissões que há na medicina.( Cardiologista, Neurologista, Oftalmologista , Odontologista, Pediatra , etc.)
28/10
DIA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO: Enfatizar a necessidade e importância de cada funcionário público bem como suas respectivas funções.
29/10
DIA NACIONAL DO LIVRO: Despertar o prazer pela leitura, recordando livros e histórias que marcaram a nossa vida.
31/10
DIA DAS BRUXAS: Trabalhar atividades relacionadas a essa data.


HINO DO MUNICÍPIO DE CORTÊS
Letra por José Roberto de Melo
Melodia por Miriam Holanda Ramalho
Destes campos de verde perene.
Vê-se à noite estrelado cruzeiro,
E o santo de Assis nos inspira
Seja Deus o motivo primeiro

De tudo que se fez em Cortês,
Município feliz, brasileiro.
As colinas se mira no rio
A paisagem é de luz e de paz
É Cortês é terra onde somos
Unidos os seus filhos leais.


Pernambuco valente nos lega
Pela pátria, o amor verdadeiro,
Liberdade simboliza este ar,
Este vento que corre ligeiro

Venturoso é nascer em Cortês
Venturoso é nascer brasileiro






ASPECTOS POLÍTICOS DECORTÊS
Desde que tomou posse o primeiro prefeito em 06/07/1954,tivemos até os dias atuais os seguintes sucessores que ocuparam o cargo máximo da cidade : O primeiro prefeito foi o cirurgião dentista José Roberto de Melo.O mesmo ainda está vivo e reside na cidade do Recife.
ANO
PREFEITO

06/07/1954 -1955
José Roberto de Melo
1956 -1960
José Valença Borba
1961-1964
Hilton Alves Cavalcante
1965-1968
José Valença Borba
1969-1972
Aurino Alvesde Lima
1973 -1976
José Valença Borba
1977-1982
Mário Feitosa De Araújo
1983-1988
Eronides campos da Silva
1989-1992
Manoel José da Silva
1993-1996
SalatielJosé de Oliveira
1997-2000
Manoel Joséda Silva
2001-2004
Ernane Soares Borba
2005-2008
Ernane Soares Borba
2009-2012
José Genivaldodos Santos
2010-2016
José Genivaldodos Santos

O atual prefeito é o Sr José Genivaldo dos Santos o mesmo eleito por 4.759 votoso mesmo é formado em Letras .O vice-prefeito é o Sr José Cícero Lima da Silva .A câmara municipal é composta por 9 vereadores na qual a presidência é representada pelo Sr Valdomiro Tenório da Silva Filhoe os vereadores citados abaixo:
                         Vereadores
Total de votos

01
Valdomiro Tenório da Silva Filho
421 votos
02
Ademir Alves da Silva
409 votos
03
JurandirFigueiredo de Carvalho
539 votos
04
Walter de Lira Silva Junior
428 votos
05
JaféLopes Ferreira
374 votos
06
Ivo Severino da Silva
556 votos
07
Maria de Fátima Cysneiros Sampaio Borba
617 votos
08
CelsoCleiton Santosda Silva
580 votos
09
Robecino José do Nascimento
429 votos











HISTÓRICO DE CORTÊS
Cortês é um município brasileiro do estado de Pernambuco. O município é formado pelo distrito sede e pelos povoados Agrovila, Barra de Jangada e Usina Pedrosa.O povoado surgiu a partir do sítio do Capitão Francisco Veloso da Silveira, denominado Cortês, adquirido em 1872. O sítio localizava-se às margens do Rio Sirinhaém, no então distrito de Ilha de Flores, comarca de Bonito. Em 17 de abril de 1875, o capitão doou uma propriedade a Francisco das Chagas, autorizando a construção mediante pagamento de foro.
 Pela localidade passaria a estrada de ferro de Ribeirão a Bonito, mas a construção foi interrompida, sendo em Cortês a estação terminal. Em 1892 instalou-se na região a Usina Pedrosa, a 7 km do povoado. Estes dois fatores impulsionaram o desenvolvimento local. Em 5 de janeiro de 1911 foi criado o distrito, pertencente ao distrito de Amaraji  e o povoado tornava-se vila. O município foi criado em 29 de dezembro de 1953.
Quem assinou o decreto foi ogovernador Dr. Etelvino Lins Albuquerque, assinou o decreto n° 1818 criando o município de Cortês e dava foro de cidade aquela vila. 06.07.1954 - Tomou posse o primeiro Prefeito, o cirurgião dentista. Dr. José Roberto de Melo, que administrou até 29.12.55. APopulação Total do Município era de 12.681 de habitantes, de acordo com o Censo Demográfico do IBGE (2000).Sua Área é de 101,33 km² representando 0.1031% do Estado, 0.0065% da Região e 0.0012% de todo o território brasileiro  .

As Principais atividades econômicas do são agriculturas com grande destaque para cultura de cana - de - açúcar comércio e indústria influenciando nos municípios de Barra de Guabiraba, Bonito, Caruaru e Ribeirão na comercialização de seus produtos agrícolas nas feiras livres.Os pontos turísticos da cidade são:A Cachoeira do Banho da Cerveja a. Onde se realiza evento que concentra uma grande atração turística na cidade, chegando receber um público elevado .Também em destaque a ilha da saudade e quedas d'água cachoeira do Humaitá e a Igreja Matriz São Francisco de Assis. Aantiga estação ferroviária.
Ano de Instalação: 1953
Microrregião: Mata Meridional Pernambucana
Mesorregião: Mata Pernambucana
Altitude da Sede: 302 m
Distância à Capital: 86.0487 km
Seu IDH é de 0.582 segundo a Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000) Situada na microrregião 29 Mata Pernambucana, microrregião da Mata úmida 112k, 107k Capital do Recife, tem uma Área total de 131 kl112
LIMITES:O município tem como limite no espaço geográfico:AoNorte Com Gravatá ao Sul- Ribeirão e Joaquim Nabuco Leste Amaraji   e   a  Oeste - Bonito e Barra de Guabiraba
Significado da Bandeira
Bandeira de Cortês:
Branco  :  A Paz
As estrelas :  Os limites dos municípios
Acorrente:A união dos filhos de Cortês

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
v  Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD
v  FUNDA ÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Geografia doBrasil. Região Nordeste. Rio de Janeiro: SERGRAF, 1977. Disponível em 1 CD.
v  MOURA, Severino Rodrigues de. Cortês – Cidade do Rio e das Serras / Severino Rodrigues de Moura; prefácio de Ernane Soares Borba. Recife: Centro de Estudos de História Municipal / FIDEM, Prefeitura Municipal de Cortês Ed. 2002.
Aspectos físicos de Cortês
CLIMA:No município se apresenta um clima com característica do subtipo AS', ou seja, clima tropical chuvoso com seca no verão. Isto significa que é quente e úmido, com temperatura média compensada de 24°C e a mínima de 18°C. O trimestre mais chuvoso é de maio, junho e julho, enquanto o mais seco é de outubro, novembro e dezembro. O mês mais frio é julho e o mais quente é fevereiro. “A sedeestá a uma altitude de 305 metros e tem sua posição geográfica determinada pelo 8°28’30” de latitude sul, em sua interseção com o meridiano (W.Gr) de 35°35’00” de longitude oeste. Possui um total médio anual de precipitação pluviométrica em torno de 6mm3/ano.
RELEVO : É predominante um  relevo ondulado e fortemente ondulado, com uma percentagem muito baixa de área planas. Sob o aspecto geológico, apresenta características próprias de uma transição entre formação sedimentares dos grupos barreiras (arenito), porém com grande predominância de solos argilosos. Tipos de rochas incluídas na formação pré-cambriana (Gnaise e Mioxisto).  Poderíamos estimar cerca de 85% de terras com relevo ondulado e fortemente ondulado e 15% de terras com suaves ondulações e planas. Apesar de possuir solos diferentes, a maior predominância, como já foi dito, é de solos do tipo argiloso.
HIDROGRAFIA: Existem várias bacias hidrográficas, mas o principal rio que corta Cortês é o Sirinhaém, cuja nascente localiza-se no município de Sairé. No caso de riachos perenes destacam-se o de Capivara e o de Diogo; o riacho Santo Antônio, com nascente em Caranguejo, seguindo com o nome de riacho Sangue, que servem de limite nos lados norte e oeste do município e o riacho Limão, limite com o município de Ribeirão. Ainda quedas d'água denominadas Cachoeira do Galo, Cachoeira da Onça, Cerveja, Cachoeira do Vinte e Cinco e Cachoeira Furada. Este potencial hídrico é de caráter público, sendo utilizado como reserva natural e para abastecimento da cidade.
VEGETAÇÃO :A cobertura do solo em sua maioria é feita pela monocultura de cana-de-açúcar, em segundo lugar, em áreas infinitamente menores, vem  a cultura de banana e de mandioca, exploradas no município com finalidades comerciais: A cana-de-açúcar é comercializada diretamente na usina para a agro industrialização, trazendo como subprodutos o açúcar, o álcool, o bagaço, o melaço, a torta e o vinhoto. O bagaço serve como combustível e ingrediente para ração de animais; o vinhoto e a torta são aplicados no solo como fertilizantes. No caso da banana é comercializada "in natura" nos municípios vizinhos, feiras livres ou em Caruaru e Recife. Já da mandioca é vendida a raiz ou o produto das fabriquetas da região (casas de farinha), nos locais já mencionados da venda de bananas.A cobertura florestal com a Mata Atlântica, a qual deu nome a região da Zona da Mata, está totalmente dizimada, contendo índices em torno de 2% de sua área original.
Este desmatamento deve-se ao crescimento das áreas plantadas com a monocultura da cana-de-açúcar e à retirada irracional e criminosa das madeiras para o comércio, que transformaram os solos profundos e férteis da região em solos erodidos e ácidos, prejudicados ainda mais pelas queimadas


Atividade de Matemática

Questão 1:  O prefeito  Hiltom  Alves Cavalcante foi prefeito  até o ano de 1964.  Quantos anos já  se passaram?
a(   ) 47  b (    )  48    c (     )  49   d(    ) 50
Questão 2: Seu Aurino  foi prefeito até 1972. Estamos em 2013.Então faz quantos anos?
a)(     )41  anos                 b)(     ) 42  anos          c)(     ) 120  anos           d)(     ) 131  anos
Questão 3 :  Analise a  tabela e responda as questões
                Vereadores
Total de votos
01
Valdomiro Tenório da Silva Filho
421 votos
02
Ademir Alves da Silva
409 votos
03
Jurandir Figueiredo de Carvalho
539 votos
04
Walter de Lira Silva Junior
428 votos
05
Jafé Lopes Ferreira
374 votos
06
Ivo Severino da Silva
556 votos
07
Maria de Fátima CysneirosSampaio Borba
617 votos
08
Celso Cleiton Santosda Silva
580 votos
09
Robecino José do Nascimento
429 votos

Qual o vereador mais votado?_____________
Qual a diferença de votos entre Celso Cleiton e Fátima Borba?_____________
Qual o vereador que teve menos votos?______________
Qual a diferença de votos entre Jurandir dos coxos e Ademir Alves ?__________
A diferença de votos entre Valdomiro e Ademir?
A diferença de votos entre Jafé Lopes e Valter Lira?  _________
Qual a diferença de votos entreIvo Severino  e  Robecino?  ______________Quem teve mais votos?_________________________
Asoma total dos votos dos vereadores equivale a:
a    (      )  4353    b  (       )  5344                c  (       )   4250                            d   (      )  6741




SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Giovanni di Pietro di Bernardone, mais conhecido como São Francisco de Assis (Assis, 5 de julho11823 de outubro de 1226), foi um fradecatólico da Itália. Depois de uma juventude irrequieta e mundana, voltou-se para uma vida religiosa de completa pobreza, fundando a ordem mendicante dos Frades Menores, mais conhecidos como Franciscanos, que renovaram o Catolicismo de seu tempo. Com o hábito da pregação itinerante, quando os religiosos de seu tempo estavam mais ligados aos mosteiros rurais, e com sua crença de que o Evangelho devia ser seguido à risca, imitando-se a vida de Cristo, desenvolveu uma profunda identificação com os problemas de seus semelhantes e com a humanidade do próprio Cristo. Sua atitude foi original também quando afirmou a bondade e a maravilha da Criação, quando se dedicou aos mais pobres dos pobres, e quando amou todas as criaturas chamando-as de irmãos. Alguns estudiosos afirmam que sua visão positiva da natureza e do homem, que impregnou a imaginação de toda a sociedade de sua época, foi uma das forças primeiras que levaram à formação da filosofia da Renascença.
Francisco nasceu em Assis, cidade de Úmbria, no ano 1182. Nascimento e vida familiar de um cavaleiro.Seu pai, Pedro Bernardone, era comerciante. O nome de sua mãe era Pia e alguns autores afirmam que pertencia a uma nobre família da Provença. Tanto o pai como a mãe de Francisco eram pessoas ricas. Pedro Bernardone comerciava especialmente na França. Como muitos falavam nisso quando nasceu seu filho, as pessoas lhe apelidara "Francesco" (em francês), por mais que no batismo recebeu o nome de João.
Em sua juventude, Francisco era muito dado as românticas tradições cavalerescas que propagavam os trovadores. Dispunha de dinheiro em abundância e o gastava prodigamente, com ostentação. Nem os negócios de seu pai, nem os estudos lhe interessavam muito, mas sim o divertir-se em coisas vãs que comumente se chama "gozar da vida". Sem dúvida, não era de costumes licenciosos e costumava ser muito generoso com os pobres que lhe pediam por amor de Deus. No dia 4 de outubro celebramos São Francisco de Assis, que nasceu na cidade de Assis, na Itália, em 1181 (ou 1182). Filho de um


Oração de São Francisco
Senhor, fazei-me instrumento da vossa paz
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
Onde houver discórdia, que eu leve a união
Onde houver dúvida, que eu leve a fé
Onde houver erro, que eu leve a verdade
Onde houver desespero, que eu leve a esperança
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó mestre, fazei que eu procure mais consolar do que ser consolado
Compreender do que ser compreendido
Amar que ser amado
Pois, é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado;
E morrendo que se vive
Para a vida eterna
Sugestões
·        Representar a oraçãoatravés de desenhos
·        Comentar cada frase



São Francisco, foi um homem que amava os animais e já naquele tempo cuidava do meio ambiente, ele amava os animais, abriu mão de um grande patrimônio para viver na simplicidade. Ele nos ensinou a proteger os animaizinhos.


       Lá vai São Francisco
Pelo caminho /De pé descalço
Tão pobrezinho /Dormindo à noite
Junto ao moinho /Bebendo a água
Do ribeirinho. /Lá vai São Francisco
De pé no chão /Levando nada
No seu surrão /Dizendo ao vento
Bom-dia, amigo /Dizendo ao fogo
Saúde, irmão /Lá vai São Francisco
Pelo caminho/Levando ao colo
Jesuscristinho/Fazendo festa
No menininho/Contando histórias
Pros passarinhos.
Vinícius de Moraes

SUGESTÕES DE TRABALHO:

1- Leitura oral

2- Declamação do poema

3- Identificar os verbos que estão no gerúndio:

4- Identificar adjuntos adverbiais da primeira estrofe.

5- Encontrar dois vocativos na segunda estrofe:

6- Descobrir as funções sintáticas das palavras destacadas:

Lá vai São Francisco
Pelo caminho
Levando ao colo
Jesus cristinho
Fazendo festa
No menininho
Contando histórias
Pros passarinhos.


7- Identificar as rimas do poema:

8 Responder quantas são as estrofes e os versos.

9- Reescrever o poema sem usar o diminutivo.

10- Comparar o poema no diminutivo e no grau normal e dar opinião a respeito das diferenças.

11- Descobrir as características físicas e psicológicas de São Francisco.

12- Reescrever o poema em prosa usando o discurso direto e o discurso indireto.

13 Escrever uma paráfrase do texto. O início pode ser assim:

Lá vai o bóia-fria

Pelo caminho

14- Escrever uma paráfrase a partir do desenho abaixo.

15- Desenhar as três estrofes do poema e expor.

16- Esculpir São Francisco e animais em sabão ou fazer modelagem em argila, massa de biscuit ou massa de modelagem.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES:

1- Reescrever o texto na 2ª pessoa do singular, na 1ª e na 2ª pessoa  do plural do presente do subjuntivo.
2- Identificar as regras de acentuação gráfica das palavras acentuadas.
3- Grifar os verbos que estão no particípio
4- Identificar dois vocativos
5- Usar o dicionário e definir as palavras perdão, união, fé, vaidade, esperança, alegria...
6- O primeiro texto fala de coisas que concretas e o segundo de coisas abstratas:
 Pedir para o aluno comparar os textos e descobrir quais as coisas concretas e quais as abstratas
7- Cantar o texto.
 Os alunos que sabem tocar algum instrumentos poderão tocá-los nestas hora
                                                

Pesquisar sobre os temas:A transposição do Rio São Francisco, no Brasil

A Cidade de Assis na Itália, onde ele é homenageado.

Biografia de Francisco de Assis
.



DIA DA CRIANÇA

O Dia das Crianças no Brasil foi "inventado" por um político. O deputado federal Galdino do Valle Filho teve a idéia de criar um dia em homenagem às crianças na década de 1920.

Na década de 1920, o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a idéia de "criar" o dia das crianças. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924.

Mas somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data passou a ser comemorada. A estratégia deu certo, pois desde então o dia das Crianças é comemorado com muitos presentes!

Logo depois, outras empresas decidiram criar a Semana da Criança, para aumentar as vendas. No ano seguinte, os fabricantes de brinquedos decidiram escolher um único dia para a promoção e fizeram ressurgir o antigo decreto.
A partir daí, o dia 12 de outubro se tornou uma data importante para o setor de brinquedos.

Em outros países
Alguns países comemoram o dia das Crianças em datas diferentes do Brasil. Na Índia, por exemplo, a data é comemorada em 15 de novembro. Em Portugal e Moçambique, a comemoração acontece no dia 1º de junho. Em 5 de maio, é a vez das crianças da China e do Japão comemorarem!

Dia Universal da Criança

Muitos países comemoram o dia das Crianças em 20 de novembro, já que a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece esse dia como o dia Universal das Crianças, pois nessa data também é comemorada a aprovação da Declaração dos Direitos das Crianças. Entre outras coisas, esta Declaração estabelece que toda criança deve ter proteção e cuidados especiais antes e depois do nascimento.

DIA DO PROFESSOR
O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.
No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A ideia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.
Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.
Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.
O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.
A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".





DIA DO LIVRO
O Dia 29 de outubro foi escolhido como Dia Nacional do Livro em homenagem à fundação da Biblioteca Nacional, que ocorreu em 1810. Só a partir de 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia, o movimento editorial começou no Brasil. O primeiro livro publicado aqui foi "Marília de Dirceu", de Tomás Antônio Gonzaga, mas nessa época, a imprensa sofria a censura do Imperador. Só na década de 1930 houve um crescimento editorial, após a fundação da Companhia Editora Nacional pelo escritor Monteiro Lobato, em outubro de 1925.
A Origem do Livro

Os textos impressos mais antigos foram orações budistas feitas no Japão por volta do ano 770. Mas desde o século II, a China já sabia fabricar papel, tinta e imprimir usando mármore entalhado. Foi então, na China, que apareceu o primeiro livro, no ano de 868.

Na Idade Média, livros feitos à mão eram produzidos por monges que usavam tinta e bico de pena para copiar os textos religiosos em latim. Um pequeno livro levava meses para ficar pronto, e os monges trabalhavam em um local chamado "Scriptorium".

Quem foi Gutenberg?

O ourives culto e curioso Johannes Gutenberg (1398-1468) nasceu em Mainz, na Alemanha e, é considerado o criador da imprensa em série.
Ele criou a prensa tipográfica, onde colocava letras que eram cunhadas em madeira e presas em fôrmas para compor uma página. Essa tecnologia sobreviveu até o século XIX com poucas mudanças.

Por volta de 1456, foi publicado o primeiro livro impresso em série: a Bíblia de 42 linhas. Conhecida como "Bíblia de Gutenberg", a obra tinha 642 páginas e 200 exemplares, dos quais existem apenas 48 espalhados pelo mundo hoje em dia. A invenção de Gutenberg marcou a passagem do Mundo Medieval para a Idade Moderna: era de divulgação do conhecimento.

A Importância do Livro

O livro é um meio de comunicação importante no processo de transformação do indivíduo. Ao ler um livro, evoluímos e desenvolvemos a nossa capacidade crítica e criativa. É importante para as crianças ter o hábito da leitura porque com ela, se aprimora a linguagem e a comunicação com o mundo. O livro atrai a criança pela curiosidade, pelo formato, pelo manuseio e pela emoção das histórias.
Comparado a outros meios de comunicação, com o livro é possível escolher entre uma história do passado, do presente ou da fantasia. Além disso, podemos ler o que quisermos, quando, onde e no ritmo que escolhermos.



 SUGESTÕES DE GINCANA PARA A SEMANA DA CRIANÇA 

Dinâmica para dividir equipes:

Entregar cartões de cores diversas e assim separar os grupos.

Prova 1: Criar um grito de guerra

Prova 2: Criar numa cartolina o mascote da equipe de acordo a cor do grupo
( orientá-los a criar um animal )

Prova 3 : La lá lala (escolher um representante de cada equipe por vez e sortear uma música, este deverá contar a música para seus colegas usando só as sílabas la lá lala)

Prova 4: Mímica das Profissões (escolher um representante de cada equipe por vez e sortear uma profissão que deve ser gesticulada para que os demais do mesmo grupo descubram qual é )

Prova 5: Resolvendo um problema ( a equipe que resolver primeiro ganha os pontos, sugiro que a professora leia o problema duas vezes e deixe o grupo responder apenas com o que ouviu)

Prova 6:  Qual é a música?
A professora deverá falar uma palavra que esteja nesta música e pedir que os grupos anotem num papel a música que acham que é a que a palavra se refere.  Caso algum grupo acerte levará os pontos

Músicas La lalalá
1-A Casa: Era uma casa, muito engraçada...
2-Abalou, abalou, Sacudiu, balançou,  Coração é só felicidade. Abalou, abalou, isso sim. É amor de verdade...(2x)
3-A Barata diz que tem sete saias de filó...
4- Bota a mão na cabeça que vai começar, o rebolation...
5- Terezinha de Jesus de uma queda foi ao chão...
6- Não sei dizer o que mudou. Mas, nada está igual, Numa noite estranha a gente se estranha e fica mal

Profissões:
Cabeleireiro
Pedreiro
Enfermeira
Costureira
Cantor
Faxineiro
Engraxate
Médico
Professora
Babá
Cozinheira

Problemas :
*Problema 1: Uma escola arrecadou alguns brinquedos para doar num orfanato. Os brinquedos fora: 35 bolas, 112 bonecas e 13 dominós. Quantos brinquedos ao total a escola doará?
*Problema 2:  Tio Carlos comprou 158 lápis para presentear  as crianças de uma creche, ao chegar lá ele só encontrou  uma parte das crianças, deu apenas 93 pirulitos. Com quantos pirulitos  Tio Carlos ficou?
Problema 3: Se uma caixa de ovos tem 36 ovos, quantos ovos há em três caixas?
* Problema 4:Milca comprou 62 pirulitos para dividi-los em suas duas turmas de maneira igual. Com quanto pirulitos cada turma ficou?


Qual é a música?


1-     Te dei o sol, te dei o mar
Pra ganhar seu coração.
Você é raio de saudade,
Meteoro da paixão,
Explosão de sentimentos
Que eu não pude acreditar.
Ah! Como é bom poder te amar!

3-   “Pequeno”: Eu preciso de Ti Senhor, eu preciso de Ti oh Pai, sou pequeno demais...
4-    “Lua”: Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu...
5-    “Criança”: Criança feliz, feliz a cantar...


Contam que na carpintaria houve uma vez uma estranha assembleia. 

Foi uma reunião de ferramentas para acertar suas diferenças. Um martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar. A causa? Fazia demasiado barulho; e além do mais, passava todo o tempo golpeando.

O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque, o parafuso concordou, mas por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre em atritos. 

A lixa acatou, com a condição de que se expulsasse o metro que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito. Nesse momento entrou o carpinteiro, juntou o material e iniciou o seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, o metro e o parafuso. 

Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel. Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembleia reativou a discussão.

Foi então que o serrote tomou a palavra e disse: "Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com nossas qualidades, com nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos, e concentremo-nos em nossos pontos fortes."

A assembleia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia e dava força, a lixa era especial para limar e afinar asperezas, e o metro era preciso e exato. Sentiram-se então como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade.Sentiram alegria pela oportunidade de trabalhar juntos. Ocorre o mesmo com os seres humanos. Basta observar e comprovar.

Quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa e negativa; ao contrário, quando se busca com sinceridade os pontos fortes dos outros, florescem as melhores conquistas humanas.

É fácil encontrar defeitos, qualquer um pode fazê-lo. Mas encontrar qualidades... isto é para os sábios!!!!

Autor desconhecido 

  
'O Pequeno Príncipe' completa ___  anos; conheça algumas aventuras do autor

Quem escreveu essa história foi o francês Antoine de Saint-Exupéry. Ele foi piloto aventureiro, daqueles que fazem manobras arriscadas, e escritor de livros para adultos, como "Voo Noturno".

Mas ficou conhecido mesmo como o pai do Pequeno Príncipe, herói de uma fábula (história em que animais falam) ilustrada por aquarelas também criadas pelo autor.

O principezinho nasceu bem antes de 1943, quando virou livro. A figura do menino aparece em muitas correspondências, cadernos e até guardanapos de papel.

Ficou um tempão rondando a cabeça do autor. Contam que certa vez, enquanto rascunhava um garoto na toalha de um restaurante, um amigo lhe perguntou o que desenhava. O autor respondeu: "Apenas o garoto que existe no meu coração".


Fonte: Folhinha (texto adaptado pela professora)

  1. Há quantos anos O Pequeno Príncipe virou livro?

        2.   O livro O Pequeno Príncipe já foi traduzido para muitas línguas. Para descobrir a quantidade de línguas multiplique 20 por 10 e encontre a resposta. 

       3. O autor do livro nasceu em 1900. Quantos anos teria Antoine de Saint-Exupéry se estivesse vivo?

        4.   O Pequeno Príncipe é um livro tão lido que o seu personagem está em inúmeros outros produtos: camisetas, canecas, cadernos, canetas, etc. Numa livraria em Feira de Santana são vendidos 215 cadernos  por semana. Se um mês tem quatro semanas, quantos cadernos são vendidos em um mês? 

    5. Um ano tem 52 semanas, quantos cadernos serão vendidos em um ano?









Por que meninos usam roupa azul e meninas, rosa?
CLARICEREICHSTULCOLUNISTA DA FOLHA

Até o século 19, as roupas infantis geralmente eram brancas, afinal poderiam ser usadas por todos os filhos da família e resistiam a diversas lavagens. E as roupas eram poucas e caras. Mesmo o corte costumava ser unissex, meninos e meninas de até quatro anos usavam vestidos, cabelos compridos e sapatos do estilo boneca.
Nos Estados Unidos, era costume a associação de rosa para meninos e azul para meninas. Dizia-se que a cor rosa era mais forte e a azul, delicada. Por volta da 2ª Guerra Mundial, a moda de usar as cores para marcar diferença entre meninos e meninas pegou e, curiosamente, se inverteu.
O interessante é que adotamos um costume dos norte-americanos que nos custa mais caro. Afinal, se em uma família o primeiro filho é menino, compra-se enxoval azul, e, se nasce uma menina depois, lá se vão os pais gastar com enxoval rosa.
Depois dos quatro anos, a criança começa a escolher a roupa. Mas é justo nesse primeiro período da infância que se estabelece essa separação que levamos para o resto da vida, com os carimbos rosa-menina e azul-menino. Nos anos 60 e 70, houve uma rebelião contra essa divisão e passou a valer uma moda infantil unissex, roupas que serviam para meninos e meninas.
 Mas, em meados da década de 80, o jogo mudou de novo.Acho que podemos nos inspirar na revolução dos anos 60 e 70 e exigir mais roupas unissex, de criança mesmo, coloridas, mas sem essa preocupação tão grande com o que é de menino e o que é de menina, não? Roupa boa de brincar, correr, pular. Menos regras desnecessárias nas nossas vidas, por favor!
1.      A reportagem informa que durante a Segunda Guerra mundial,  que terminou em 1945, houve uma  mudança nas cores “padrões” para meninos e meninas. Se tomarmos esse ano como referência  há quantos anos o costume de usar rosa para meninas e azul para meninos se tornou “comum” em nossa sociedade?  
2.   Na loja Meninada Faceira o estoque está organizado da seguinte forma: no armário feminino há duas dúzias de bermudas, 15 dezenas de saias,  9 dúzias de vestidos e 35 camisetas coloridas. Quantas peças há neste armário?
3.   Já no armário masculino estão armazenadas: 15 calças, três dúzias de camisetas, 21 dezenas de bermudas e 9 meias. Quantas peças para meninos há neste armário?

4.   Há mais roupas femininas ou masculinas no estoque? Qual a diferença? 
 5.  A referida loja fez um pedido de pijamas bem coloridos para a garotada. Camila, a funcionária, organizou prateleiras com 352 pijamas cada uma. As prateleiras ficaram assim: pijamas de bolinhas, de coração, de ursinho, rosa, azul claro, azul escuro, laranja, branco, amarelo, com borboletas, com bonecas, e listrado. Quantos pijamas Camila arrumou? 






Vamos continuar explorando ideias de multiplicar?

AGORA É HORA DE DAR UM PASSEIO NA FEIRA E CALCULAR...


Para fazer as compras mais rápido, a família de João resolveu se separar e cada um foi comprar uma coisa. Vejamos como foram essas compras!                                  


1.    Cláudio, pai de João separou 04 dúzias de bananas. Quantas bananas ele comprou?

        


2.      João separou laranjas para sua vó, sua tia, sua mãe e sua madrinha . Cada saco continha 9 laranjas. Quantas laranjas João comprou no total?

 
                      

  
3.    A mãe de João, dona Célia foi comprar feijão, farinha e arroz.
Ela comprou 03 kg de cada. Quantos quilos de alimento dona Célia comprou?










-1ª aula: 
 Abertura da Sequência: Sensibilização da proposta com as turmas e exibição do filme Prova de Fogo (um filme que mostra a superação de uma menina diante de um campeonato de Soletração). As crianças amam esse filme que é empolgante e prende a atenção do início ao fim;

-2ª aula:
Entrega do rol de palavras (1ª, 2ª e 3ª fases). As palavras aqui, devem ser escolhidas a partir do que temos estudado em ortografia e algumas outras que podem ser surpresa. No nosso caso, priorizamos as palavras com r/rr, s/ss, sc e etc.
Ainda nesta aula lemos as regras da competição (semelhantes às do programa do Huck), pra estimula-los mais ainda, fazemos um teste com as palavras da primeira fase.

-3ª, 4ª e 5ªaulas (correspondem a 1ª, 2ª e 3ª fase) :

A professora sorteia palavras para todos os alunos, que devem soletrar. Quem acertar a primeira fase obtém 03 pontos, a segunda 05,  a terceira 10 pontos)

-6ª aula
Acontece a grande final, com os dez melhores de cada turma.
No nosso caso fazemos uma lista de palavras extras, selecionamos jurados, convidamos os pais, preparamos palavras extras e prêmios para os três primeiros colocados num ambiente enfeitado bem acolhedor.






VIVA A NATUREZA


Nenhum comentário:

Postar um comentário